PÁGINA PRINCIPAL
ÁREAS MAIS VISITADAS
EMPRESA
SERVIÇOS ONLINE
INFORMAÇÕES
CONTACTOS
População Servida
Caracterização Técnica
Processos de Tratamento
Investimento Previsto
Cronograma Financeiro
Cronograma Físico
Filme

 

O Sistema de Tratamento utilizado, vulgarmente chamado de Lagunagem, é um método que preserva o meio ambiente envolvente. A prová-lo está a interacção que se verifica entre a fauna, nomeadamente patos e as lagoas.

 
Clique para ampliar
 
 
 
 
 

PROCESSO DE TRATAMENTO

O processo de tratamento aplicado consiste num conjunto de processos sucessivos de acção simultânea.

Tratamento Primário
Gradagem

Tratamento Secundário / Terciário
Nitrificação / Desnitrificação
Eliminação biológica do fósforo em simultâneo


DESCRIÇÃO PROCESSUAL DAS DIVERSAS ETAPAS DE TRATAMENTO

1.1. Obra de Entrada
O efluente, à chegada à ETAR, passa por um canal de entrada que tem por função a gradagem do efluente, a retenção de areias e a medição de caudal.

1.2. Primeira Lagoa de Arejamento
Nesta lagoa realiza-se 80% do processo de depuração biológica à qual se pode chamar o “coração” da instalação. Este processo de depuração, denominado por processo de “lamas activadas”, consegue eliminar tanto as substâncias orgânicas e inorgânicas em suspensão, como também as dissolvidas, com especial atenção para as biodegradáveis. O princípio deste processo baseia-se na utilização da flora bacteriana aeróbia, naturalmente presente no líquido residual. O metabolismo que permita às bactérias assimilar e transformar as substâncias orgânicas, é a utilização do oxigénio como comburente. O oxigénio consumido, é em parte, aquele que já se encontra naturalmente presente no líquido residual, mas principalmente aquele que fornecemos, acelerando assim, o processo biológico natural.

1.3. Segunda Lagoa de Arejamento
Idem anterior.

1.4. Lagoa de Sedimentação
Aqui o efluente já possui uma carga orgânica muito reduzida, e através do processo de sedimentação é clarificado. Nesta fase do processo, as lamas depositadas poderão ser retiradas através de uma bomba submersível portátil.

1.5. Lagoa de Maturação
O efluente clarificado anteriormente passa para a lagoa de maturação com o objectivo de ser avaliada a sua descarga e eliminado, caso seja necessário, os microorganismos patogénicos.

Nota
Na lagunagem do sistema de Ruães ocorre ainda uma recirculação de lamas através de duas bombas de recirculação, com o objectivo de aumentar a carga volúmica e diminuir o volume necessário garantindo assim a permanente activação da depuração biológica.